HISTÓRIAS INSPIRADORAS

Conhecer as mais diversas borboletas, observando e admirando cada detalhe do seu processo. Isso é o que sentimos quando conhecemos a história de cada pessoa que passa pelo Instituto.

HISTÓRIAS INSPIRADORAS

IMG-20210912-WA0008_edited.jpg

"Sou Gladi Desbesel da Silva, 65 anos, casada. Tenho dois filhos, genro e duas netas. Em 2012 fui diagnosticada com câncer na mama direita. Sempre mantive a minha saúde em dia, mas isso não impediu que o câncer se manifestasse. Foi um período  difícil de muita dor e incertezas quanto ao futuro. Fiz duas cirurgias, quimioterapia e radioterapia. Seguiram as consultas e exames periódicos. Em 2016 fui acometida de uma forte gripe, o que levou meu oncologista a solicitar exames mais completos. E, para nossa surpresa, o câncer tinha feito metástases nos pulmões, no fígado e nos ossos da coluna. Novamente não entendia como o câncer tinha voltado em tão pouco tempo. O que pensar nestas horas. Por que aconteceu comigo? Por que Deus está me castigando? O que eu fiz para merecer esta doença? Nesta época de muita tristeza e dor, uma pessoa muito querida e iluminada me apresentou a Doutrina Espírita. Assistindo a palestras, fazendo consultas espirituais, fui entendendo a razão da minha doença. O câncer se manifesta quando o nosso lado emocional está abalado, em desequilíbrio. Isto se torna uma porta de entrada para qualquer doença. Exatamente nestes dois períodos em que o câncer apareceu, tive sérios problemas familiares. Hoje, sigo em tratamento, mas conto com o apoio de pessoas maravilhosas, que estão nesta vida para se doarem e fazer o bem. Faço sessões de Reiki regularmente, consulto meus Guias Espirituais e consigo assim me manter em equilíbrio. Não importa o Credo ou a Religião. O que nos move é a FÉ. Primeiro em um DEUS maior e, depois em nós mesmos e o quanto somos capazes de superar o que quer que seja. O nosso destino já está traçado, mas cabe a nós fazer este caminho com amor e alegria, agradecendo por estar aqui e agora, vivenciando está maravilhosa experiência que é VIVER!!"

Gladi Desbesel da Silva, 65 anos