CÂNCER

O que é o Câncer? Entenda um pouco mais.

Câncer. Quantos sentimentos surgem quando ouvimos essa palavra?

Além disso, muitos medos e significados também podem aparecer.

Existem inúmeros tipos de câncer, e todos acontecem devido ao crescimento anormal e descontrolado das células. O nosso corpo possui imensuráveis células e elas, naturalmente, passam pelo processo de crescimento, divisão e morte, de maneira ordenada. Não precisamos nos preocupar a todo momento com isso, porque nosso corpo faz o trabalho de manter tudo em ordem.

O que acontece quando temos o diagnóstico de Câncer?

Nosso corpo começa a produzir células excessivamente e fora de controle, em algum órgão ou tecido do corpo. Esse crescimento "bagunçado" faz com que, em vez das células seguirem seu processo normal (crescer, dividir-se e morrer), elas continuam crescendo e formando novas células anormais, que invadem outros tecidos. Essas são as células cancerosas. Podemos ver elas como as "intrusas", aquelas que não foram chamadas para a festa e entram, mesmo assim. 

E é bem essa sensação que temos quando nos deparamos com o diagnóstico: quem foi que convidou essa doença chata para minha vida, hein? Não, ninguém convidou, tenho certeza e a ciência também comprova isso. 

Claro que, hoje em dia, quando pensamos em prevenção, como por exemplo, evitar o tabagismo, exposição excessiva ao sol, entre outros, vemos inúmeras situações que podem colaborar para evitar, em alguma proporção, que isso aconteça. Mas não, a culpa não é sua, nem do seu familiar, nem de algo que você fez há muitos anos atrás. Não carregue essa culpa, e se estiver carregando, por favor, deixe essa malinha para trás, ok?

"Mas não, a culpa não é sua, nem do seu familiar, nem de algo que você fez há muitos anos atrás."

Então, o que faz as células se tornarem cancerosas? 

Você provavelmente já ouviu falar em DNA. Sim, aquele que ouvimos falar sobre a genética e sobre como ele influencia no quanto somos parecidos com nossos pais. Porém, o DNA vai muito além disso. Alguns genes do DNA, são responsáveis por controlar o crescimento e a divisão das células. Eles dão instruções de como isso deve acontecer.

Por ser muito mais complexo que isso, é que eles podem alterações no seu processo e causarem um dano no DNA. Esse "dano" pode fazer com que as células sejam produzidas erradas. 

 

Podemos herdar um DNA anômalo, porém, a maioria dos danos é causada por erros que acontecem quando a célula normal está se multiplicando. Lembra das situações que falei sobre possíveis causadores de câncer? Então, eles também se aplicam aqui, contudo, é muito difícil saber o que causou o câncer.

As células cancerígenas geralmente formam tumores, mas há casos em que isso não acontece, e elas acometem o sangue e órgãos que participam da produção de células sanguíneas, como por exemplo no caso da Leucemia.

Podemos falar que existem algumas categorias para diferenciar o tipo de câncer. Por exemplo: 

 

Os Carcinomas são tumores que começam na pele ou em tecidos que revestem os órgãos internos. Existem alguns subtipos dessa categoria (Adenocarcinoma, carcinoma de células basais, etc.).

Os Sarcomas iniciam nos ossos, cartilagem, gordura, músculo, vasos sanguíneos ou outro tecido de suporte. 

As Leucemias, como dito anteriormente, não aparecem como tumor, então começam no tecido que produz o sangue, por exemplo na medula óssea, e provocam um grande número de células anormais na corrente sanguínea.

Os Linfomas e Mielomas começam nas células do sistema imunológico.

Esses são só algumas categorias, entre tantas outras. Para cada tipo, existem vários subtipos, e a equipe que lhe acompanha irá identificar isso para poder lhe proporcionar o tratamento mais adequado.

Para cada tipo, existem vários subtipos, e a equipe que lhe acompanha irá identificar isso para poder lhe proporcionar o tratamento mais adequado.

Certo, e a Metástase, o que isso significa?

O câncer pode "espalhar" e ir para outros locais?
 

Metástase é o nome dado a essa expressão que ouvimos bastante: "o câncer espalhou". Isto acontece quando as células cancerosas entram na corrente sanguínea ou nos vasos linfáticos do corpo, e, conforme passa o tempo os tumores vão substituir o tecido normal.

Mesmo que o câncer apareça em outro órgão, o diagnóstico sempre terá o nome do local onde iniciou. Por exemplo, o câncer de mama que "espalhou" para o fígado, ele é chamado câncer de mama metastático e não câncer de fígado, embora também tenha afetado o fígado. Mas, isso é só a questão de nomes para você entender melhor seu diagnóstico ou de seu familiar.
 

Cada câncer se manifesta de uma forma diferente, com sintomas e sinais diferentes. De qualquer forma, é importante que você esteja observando seu corpo sempre, se cuidando e se tiver qualquer sinal diferente, procurar um médico. 

Texto escrito por Cíntia Consul.


Referências:
Oncoguia: http://www.oncoguia.org.br/
Inca: https://www.inca.gov.br/
Abrale: https://www.abrale.org.br/